Situada na Avenida Dois de Junho - Centro Cacoal/RO - Fone: (69)3441-2630 - Pastor: Volmir Forster
Fone (69)98145-3985- Pastor: Clairton dos Santos
Cultos aos sábados as 19:30 (20:30 horário de Brasília) com transmissão ao vivo pelo blog

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

Confiemos no perdão de Deus


Davi, o segundo rei de Israel, havia cometido adultério. Tomou para si a mulher de seu soldado Urias, que estava na frente do campo de batalha. Aliás, não só tomou a esposa dele, mas ainda ordenou que Urias fosse abandonado no front para que fosse morto pelos inimigos.

Ao ser confrontado com o seu pecado pelo profeta Natã, Davi reconheceu que errara contra a lei de Deus e suplicou: “Por causa do teu amor, ó Deus, tem misericórdia de mim. Por causa da tua grande compaixão apaga os meus pecados” (Sl 51.1).

Mas quem é que não peca? Todos os dias nós pecamos por meio de pensamentos, palavras e ações. Também erramos quando deixamos de fazer o que se espera que um filho de Deus faça, por meio de nossas omissões. E, por pecarmos, somos todos merecedores do castigo de Deus.

E o que poderíamos fazer para nos livrar de nossa culpa? Nada, a não ser imitar o rei Davi. Sim, só nos resta chegar diante de Deus em sincero arrependimento, como o fez Davi, e lhe suplicar que tenha compaixão de nós de acordo com a sua bondade, e que segundo a sua misericórdia, ele apague as nossas transgressões, isso é, que definitivamente nos perdoe.

Mas Deus perdoará mesmo? Até mesmo um assassino, um adúltero, como foi Davi? Sim, ele perdoará porque não quer que ninguém se perca, mas que todos se arrependam, creiam em seu Filho Jesus, o Salvador, e tenham a vida eterna. Isto, meu amigo e minha amiga, é certamente verdade.

Oremos: Amado Deus, eu reconheço que sou pecador e que também mereço a tua condenação eterna. Porém, com fé na tua promessa e no teu amor eu peço: tem compaixão de mim e apaga o meu pecado. Em nome de Jesus. Amém.

Pastor Egon Martim Seibert