Situada na Avenida Dois de Junho - Centro Cacoal/RO - Fone: (69)3441-2630 - Pastor: Volmir Forster
Fone (69)98145-3985- Pastor: Clairton dos Santos
Cultos aos sábados as 19:30 (20:30 horário de Brasília) com transmissão ao vivo pelo blog

sábado, 27 de fevereiro de 2010

Olha para mim


A tecnologia avançou. As máquinas nos ajudam em quase tudo. As mudanças também chegaram aos bancos. Tudo ficou automático: retirar dinheiro, pagar contas, consultar o saldo, fazer empréstimos. No entanto, algumas agências bancárias não puderam reduzir o número de pessoas atendendo no caixa. A explicação é simples: por mais que o caixa eletrônico facilite a vida, ele não conversa nem olha para as pessoas. E uma das grandes carências das pessoas, hoje, é por outras pessoas que possam olhar e principalmente escutar.

Mesmo sem máquinas eletrônicas, o salmista reconhecia e pedia: “Ó Senhor, meu Deus, olha para mim e responde-me!”. Esse pedido Deus tem cumprido à risca desde o começo de tudo. Quando Adão e Eva se escondiam pelo jardim do Éden com a consciência pesada, Deus procurava por eles. Quando receberam o castigo, Deus lhes deu a esperança de um descendente, Jesus, que esmagaria a cabeça do inimigo. No deserto, quando o povo de Deus precisava de ajuda, Deus olhava e lhes ajudava.

Quando nós, seres humanos, estamos impossibilitados de fazer as pazes com Deus, é ele quem toma a iniciativa de enviar o seu Filho Jesus e deixar-nos desfrutar a paz. Esse olhar carinhoso e cheio de ação continuou até a última página da Bíblia. Deus segue olhando para cada um de nós e convidando: “Escutem! Eu estou à porta e bato. Se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, eu entrarei na sua casa, e nós jantaremos juntos” (Ap 3.20).

Ter a certeza que Deus está nos olhando nos traz alegria e salvação. Ele nos conhece e sabe do que precisamos. Ele olha para nós e nos responde com seu amor.

Oremos: Pai Amado, continua olhando para cada um de nós. Que este olhar nos anime a olhar e ajudar aos outros. Amém.

sábado, 20 de fevereiro de 2010

Deus nos garante a vitória


É possível ganhar sempre? É possível nunca ser derrotado? A maioria das pessoas diz que não. Mesmo o melhor time de futebol não vence todas as partidas. Ganhar e perder faz parte da experiência humana.

Mas será que é possível sair vencedor na grande luta que é a vida humana? Será que é possível alcançar a vitória final? A resposta da Bíblia diz: Sim. É possível ser vitorioso na vida. Mas depende de quem está ao seu lado, lutando por você.

Não é possível sair vencedor da luta da vida se lutamos sozinhos. Também não é possível sair vencedor da luta da vida se estivermos com a companhia errada. Só é possível vencer se Deus estiver ao nosso lado. Este é o grande segredo para obter a vitória: estar com Deus.

O rei Davi experimentou isso em sua própria vida. Ele teve muitas batalhas. Sofreu muitos revezes. Várias vezes ele tentou andar sozinho. Mas foi vitorioso porque Deus estava ao seu lado. Por isso, nos Salmos que escreveu, ele sempre declara seu amor por Deus, sua disposição de ficar com Deus, e sua dependência de Deus.

No final do Salmo 18, o rei Davi declara solenemente louvar a Deus e lhe cantar louvores porque Deus lhe havia dado vitória sobre seus inimigos. O rei Davi disse: “Deus dá grandes vitórias ao seu rei e mostra o seu amor a quem ele escolheu – a Davi e aos seus descendentes, para sempre”(v. 50).

Que bela declaração de confiança e dependência de Deus. Que belo exemplo para nós. Quantas vezes a gente precisa passar por situações extremas para aprender esta lição. Quando a gente não vê mais saída a gente ora pedindo a ajuda de Deus. E Deus nos dá a vitória.

Por isso é importante que em todas as horas da nossa vida saibamos confiar em Deus. A promessa de Deus é clara e segura: ele nos dá a vitória. Se a dúvida, em algum momento, se instalar em nossos corações, olhemos para Jesus. Na vitória de Cristo sobre o mal está a nossa vitória. Na vitória de Cristo sobre a morte está a nossa vitória. Deus, em Cristo, nos dá a vitória. Deus seja louvado por isso.

Oremos: Bondoso Deus e Pai Celestial, obrigado porque em Cristo me dás a vitória. Lembra-me disso em todas as horas da minha vida. Em nome de Jesus. Amém.

sábado, 6 de fevereiro de 2010

Jesus fala conosco hoje


Em um sábado, Jesus curou um homem que era cego. Este homem foi levado à presença dos estudiosos das leis do Antigo Testamento que queriam saber a respeito de quem o havia curado. O homem falou em alto e bom som que havia sido curado por Jesus, que havia sido enviado por Deus. Por causa do que disse, o homem foi expulso da Sinagoga.

Quando soube disso, Jesus foi procurar este homem e se apresentou a ele, pois no momento da cura, ele não havia sido reconhecido. O homem, agora curado, ao saber que estava falando com Jesus, o Filho de Deus, confessou que cria nele e se ajoelhou na sua frente.

Jesus também fala conosco hoje em dia através da sua Palavra, a Bíblia Sagrada. E quer também nos curar de um mal que pode nos levar à morte eterna. Este mal é o pecado. Só através de Jesus podemos obter o perdão de todos os nossos pecados e nos apresentarmos de consciência limpa perante Deus.

Através da Bíblia e desta mensagem você está sendo convidado a crer em Jesus e receber, pela fé nele, a salvação eterna. Se você não resistir a este chamado do Espírito Santo, você será salvo. E se você já confia em Cristo como o seu Salvador, já tem garantida a vida eterna, e é desafiado a falar deste amor de Deus às pessoas, hoje, amanhã, e em todos os momentos. Que Deus abençoe a todos nesta tarefa de amor e de Salvação.

Oremos: Amado Deus, ajuda para que ainda hoje muitas pessoas se ajoelhem diante de ti e confessem que Jesus é o Cristo, o seu Salvador. Mantém-nos nesta fé até o fim. Amém.



Pastor Egon Martim Seibert – Adapt. Equipe CPTN.

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

Confiemos no perdão de Deus


Davi, o segundo rei de Israel, havia cometido adultério. Tomou para si a mulher de seu soldado Urias, que estava na frente do campo de batalha. Aliás, não só tomou a esposa dele, mas ainda ordenou que Urias fosse abandonado no front para que fosse morto pelos inimigos.

Ao ser confrontado com o seu pecado pelo profeta Natã, Davi reconheceu que errara contra a lei de Deus e suplicou: “Por causa do teu amor, ó Deus, tem misericórdia de mim. Por causa da tua grande compaixão apaga os meus pecados” (Sl 51.1).

Mas quem é que não peca? Todos os dias nós pecamos por meio de pensamentos, palavras e ações. Também erramos quando deixamos de fazer o que se espera que um filho de Deus faça, por meio de nossas omissões. E, por pecarmos, somos todos merecedores do castigo de Deus.

E o que poderíamos fazer para nos livrar de nossa culpa? Nada, a não ser imitar o rei Davi. Sim, só nos resta chegar diante de Deus em sincero arrependimento, como o fez Davi, e lhe suplicar que tenha compaixão de nós de acordo com a sua bondade, e que segundo a sua misericórdia, ele apague as nossas transgressões, isso é, que definitivamente nos perdoe.

Mas Deus perdoará mesmo? Até mesmo um assassino, um adúltero, como foi Davi? Sim, ele perdoará porque não quer que ninguém se perca, mas que todos se arrependam, creiam em seu Filho Jesus, o Salvador, e tenham a vida eterna. Isto, meu amigo e minha amiga, é certamente verdade.

Oremos: Amado Deus, eu reconheço que sou pecador e que também mereço a tua condenação eterna. Porém, com fé na tua promessa e no teu amor eu peço: tem compaixão de mim e apaga o meu pecado. Em nome de Jesus. Amém.

Pastor Egon Martim Seibert